Praça Dr. Narciso Gomes, 110 - Centro - Araras/SP
Aberto 24 horas

Farmácia Hospitalar: contribuindo no processo de cuidado à saúde

A Farmácia Hospitalar da Santa Casa de Araras, denominada “Otto Barreto”, é parte essencial na recuperação dos pacientes. O trabalho do setor que tem como objetivo principal gerir os medicamentos e produtos da saúde, é minucioso e necessita de uma equipe qualificada e organizada para promover a distribuição e o uso correto e seguro dos insumos.

Formada em Farmácia e Pós-Graduada em Farmácia Hospitalar Oncológica, Gabriela Mazon Simione (CRF: 58567) atua como gerente da Farmácia Hospitalar da Santa Casa de Araras há mais de um ano.

Responsável por toda a gestão que envolve os insumos utilizados durante os tratamentos dos pacientes, a gerente controla e acompanha o registro de pedido de ressuprimento de estoque, gerencia as conferências, identificação e armazenamento dos medicamentos, a padronização, controle de escala dos profissionais e planejamento de demais atividades correlatas.

O setor é composto por 27 (vinte e sete) funcionários entre Farmacêuticos, Auxiliares de Farmácia e Auxiliares Administrativos que visam a promoção e a recuperação da saúde de cada paciente. Funcionando 24 horas/dia, é dividida em plantões planejados e organizados a fim de garantir a eficiência e qualidade dos serviços prestados, além da correta comunicação entre os profissionais com o uso de relatórios detalhados a cada plantão.

As ações na Farmácia Hospitalar são norteadas pelos POPs – Procedimentos Operacionais Padronizados, normas, padrões e leis específicas para a área. Também são realizados treinamentos e o acompanhamento diário dos funcionários em todo o fluxo de insumos.

“Conheci o hospital quando estava na faculdade e via toda a responsabilidade da farmacêutica responsável e pensava que nunca iria querer trabalhar com essa parte. Hoje, gosto muito do que eu faço e estou realizada, pois  saber que estou fazendo alguma coisa para o bem de alguém é gratificante”, conta a gerente que considera que conciliar as necessidades dos pacientes da Santa Casa com os recursos disponíveis é o maior desafio.

A farmacêutica Vivian Petrucci (CRF: 33593) que também integra o quadro de funcionários da Farmácia Hospitalar da Santa Casa, comentou sobre as mudanças ocorridas com a pandemia: “Mudou completamente em relação a quantidade de pacientes, a demanda de medicamentos e o formato do atendimento, visto que estamos vivenciando uma situação completamente nova para todos. Porém, nos adaptamos, aprendemos diariamente com essas mudanças e continuamos priorizando o paciente sempre”, comenta Vivian que apesar de não imaginar que atuaria dentro de um hospital, se encontra apaixonada pelo trabalho.

“Nunca imaginei que fosse trabalhar em um hospital e quando comecei a conhecer me apaixonei pela área hospitalar e por toda essa responsabilidade. Sinto que o nosso trabalho é reconhecido aqui dentro e estamos sempre focados em garantir o melhor atendimento pensando sempre no paciente”, finaliza.

Por Assessoria de Comunicação e Marketing da Santa Casa de Araras
Jornalista Responsável: Camila Heloíse F. Lima – Mtb: 58.129/SP